Notícia

Pernambuco amplia em 490% processamento de exames de Covid-19 na rede pública

Pernambuco amplia em 490% processamento de exames de Covid-19 na rede pública

Foto: Miva Filho/SES

Com a ampliação da testagem para Covid-19 e a qualificação na análise das amostras ao longo da pandemia, Pernambuco registrou um aumento de 463% no processamento de testes no Laboratório Central de Saúde Pública do Estado (Lacen-PE), quando comparado o pico da pandemia em 2020 (maio) com os primeiros 20 dias de maio de 2021.

Enquanto naquele mês do ano passado, foram 22.582 amostras analisadas pelo laboratório, que é a principal referência na rede pública de Saúde, agora, o Estado já computa 85.992 exames processados no Lacen. Fazendo o comparativo entre a média de exames processados diariamente, quando Pernambuco vivenciava o primeiro pico da pandemia, em maio de 2020, o Lacen tinha capacidade para analisar 730 testes por dia.

Atualmente, o número gira em torno de 4.300 exames processados diariamente - um aumento de 490%. O Laboratório recebe amostras de toda a rede pública, da rede conveniada e também de alguns serviços privados. Este aumento possibilitou a constante ampliação no público prioritário para a testagem, que, em maio de 2020 era destinada apenas aos casos graves internados em unidades hospitalares e, atualmente, pode ser acessada, gratuitamente, para as pessoas com sintomas sugestivos da Covid-19, independente de leve ou grave, e os contatos de casos confirmados, mesmo que assintomáticos.

A ampliação da testagem no Lacen-PE, juntamente com a maior oferta de testes rápidos de antígeno, tanto nas redes públicas municipais, como também nos serviços privados, inclusive nas farmácias, contribui para o aumento no registro diário de novos casos em Pernambuco, que registrou, nesta sexta-feira (21/05), 3.969 casos.

"Precisamos lembrar que, no primeiro semestre de 2020, quando vivenciávamos os primeiros meses da pandemia, não testávamos os casos leves. Os registros diários sofrem o impacto de diversas variantes, como acúmulo de casos por municípios e até mesmo o aumento da testagem. Outro ponto importante é que, agora, a cada 100 casos registrados nos últimos dias, mais de 95% dos casos são de quadros leves. Muitas destas pessoas, inclusive, já estão recuperadas, pois há um delay entre o processamento do exame e a notificação na plataforma pelos municípios e serviços", explica o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Longo também destacou que, apesar do aumento na média móvel de casos nos últimos dias, outros parâmetros essenciais na análise do cenário epidemiológico da Covid-19 em Pernambuco apontam tendência de estabilidade.

"Os demais indicadores, como solicitações de leitos de terapia intensiva e positividade dos casos suspeitos, mostram que estamos em um platô, principalmente devido à sazonalidade de doenças respiratórias, com estabilidade, mas ainda em patamares elevados. Por isso, o monitoramento continua diariamente a fim de definir novas estratégias de enfrentamento à pandemia", pontua Longo.